Descobrindo Costa Dourada (Mucuri - Bahia)

Muitas vezes vemos fotos na internet de determinado lugar e simplesmente queremos conhecê-lo. Uma vontade de ver se é aquilo mesmo, e curtir a sensação que buscamos ali.


Descobrindo Costa Dourada pelos olhos da Manu

Pois bem, meu (Emilia) caso com Costa Dourada foi bem assim, mas meu foco foi de início a pousada que ficamos lá. Em algum lugar desta internet, li uma avaliação sobre a Pousada Fim do Mundo. Isso em 2016, e na época o jeito que consegui contato com a pousada foi via messenger do Facebook. Perguntei sobre a disponibilidade em algumas datas, mas em todas já a pousada já estava lotada. No carvanal de 2017 tentei mais uma vez, com menos de 1 mês de antecedência, e novamente lotada. Horas, percebi que se queria tanto ficar ali, teria que fazer a reserva com uma boa antecedência.

Queríamos fazer uma viagem de carro em novembro, voltar a Itaúnas e andar um pouco pela Bahia. E porque não aproveitar para conhecer Costa Dourada? Fechamos então o roteiro da nossa little roadtrip, e destinamos a Costa Dourada os dois últimos dias. 

Saímos de Riacho Doce e pela aquela mesma estrada de terra batida seguimos em direção a Bahia. Nos cruzamentos, muitas são as placas de pousadas indicando o caminho que deve ser seguido.


Onde Ficar: Pousada Fim do Mundo

Roteiro ajustado, hora de fazer a reserva. Nesta altura, a pousada já estava inscrita no Booking, mas acabou que preferi negociar diretamente com eles, via whattapp. As respostas sempre foram rápidas, e pelo whattsapp aproveitei para tirar algumas dúvidas sobre o lugar (não achei muita informação na web). 

A área externa da pousada é de se encantar: muito verde e bem cuidada. Algumas redes distribuídas pelas sombras das árvores só aumentavam ainda mais a sensação de paz do lugar. A piscina destaca, tanto pelo tamanho como pelo fato de pegar sol praticamento o dia todo. Havia ainda uma área com pula pula, para as crianças. Mas acabou que elegemos o combo piscina-redes como o nosso lugar de ficar na pousada. Próximo a piscina havia um colchão/cama para poder deitar e apreciar o lugar. A dica aqui é aproveitar e ficar ali a noite, para poder ver o céu.


Área externa: churrasqueira, redes e verde.

Área externa: vista para a piscina

Área Externa: um pouco mais da piscina

Área externa: como não querer ficar a tarde toda aqui? 

Será que Manu curtiu essa boia de Jacaré?

Área externa - Redes: um caso de amor!

Área externa: praticando novas habilidades

Apresentado a área externa, vamos para o quarto. Quando entramos em contato, queria ficar em uma suíte. Porém, todas (as duas) já estavam reservadas. Aí fomos para a opção apartamento seaside, que também são dois na pousada. Os quartos são amplos, contam com uma pequena cozinha, varanda em torno do quarto e a vista para o mar. Na varanda, um balanço (que Manu nem gostou), um sofá e uma rede. 

Apartamento Seaside: Varanda

Apartamento Seaside: Quarto
Apartamento Seaside: Quarto

Apartamento Seaside: Cozinha

Apartamento Seaside: banheiro

Apartamento Seaside: Varanda

Apartamento Seaside: Varanda

Depois de estar em Costa Dourada, irá perceber que lá o comércio está longe de ser o diversificado. Não há sequer uma padaria no balneário. Devido a este fato, o café da manhã é mais que especial, visto que conta com todo o cuidado da pousada no preparo de pães e bolos frescos, que somam com uma boa variedade de geleias, frutas e iogurte. Eu fiquei apaixonada nas louças e cuidado com todo o preparo!

Café da Manhã - Pousada Fim do Mundo

Café da Manhã - Pousada Fim do Mundo

Café da Manhã - Pousada Fim do Mundo

Nosso café da manhã

O que fazer em Costa Dourada


Sabe aquele lugar que quase não tem sinal de celular, o som dos passáros é o que mais se ouve juntamente com o barulho do mar, que tem águas morninhas e uma imensidão de paredões que de acordo com o sol 'mudam' de cor? Assim é Costa Dourada.

A tranquilidade do balneário é o seu principal diferencial. A praia é ótima para crianças, que podem correr brincando de ondinha sem sair do olhar dos pais. Para somar, ainda tem dois corrégos de desagam no mar (mas quando fomos, não estavam chegando a praia devido a baixa vazão). 

Então a dica aqui é relaxar. Aproveite Costa Dourada para relaxar! Andar na praia, nadar, correr...


Costa Dourada - Fim de tarde

Tentando fugir um pouco do sol buscando as sombras das falésias

E por onde olhar, as falésias estarão lá

Banho de rio com direito a olhar o mar
Um dos estuários que desaguam em Costa Dourada
Estuário de Costa Dourada

Pôr do Sol em Costa Dourada

As falésias com o sol da manhã

Costa Dourada e a gente!

Uma imensidão de praia para relaxar!
Nosso amiguinho verde!

Mais do estuário em Costa Dourada

Assistindo ao nascer do sol do alto das falésias 

Vista do alto das falésias para o que seria o rio chegando ao mar

Momento de contemplamento
Mais um pouco deste paraíso

Onde comer em Costa Dourada

Como já comentei, me apaixonei pela pousada, e depois fui buscar informações sobre Costa Dourada. O detalhe é que via poucos lugares para comer no TripAdvisor, mas não achei que na baixa estação (fomos no final de novembro) seria apenas a Barraca do Cláudio e um Açai/Pastel novo na praça. Devido aos dias programados para ficar no balneário e sabendo que havia churrasqueira na pousada, levamos um 'kit-churrasco' para o almoço de um dos dias. Por precaução, também levei uma outra opção de refeição, de fácil preparo (no caso, fiz filé com molho de gorgonzola, que cabe bem com um arroz branco e leva poucos ingredientes). No verão, segundo me relataram, abrem outros comercios, mas já imagino não serem muitos.

Sobre a Barraca do Cláudio - o ambiente é uma delícia. Tem vista privilegiada para o estuário e a praia, conta com algumas redes estendidas que só somam com a beleza natural do lugar. Achei os preços salgados (moquecas em torno de 130 reais), mas pensando na demanda, aceitáveis. Como não tinha muita gente, avaliar o atendimento é díficil, mas não tive problemas quando a espera.


Barraca do Claúdio - vista da praia
Vista da Barraca do Claudio 

Redes: ❤
Um pouco mais da vista da barraca
Barraca do Cláudio

As dicas de ouro para quem quer ir a Costa Dourada, de acordo com a nossa experiência, são:


→ Leve repelentes: a noite será necessário!
→ Leve mantimentos: o lugar é lindo, mas não tem muitas opções de restaurantes
→ Vá desconectado: embora na pousada que ficamos tivesse wifi, a velocidade não era das mais altas (lembrando que o lugar não tem infraestrutura)
→ Roupas leves
→ Protetor solar, chapéu e ocúlos escuros são bem vindos!

#pelomundocommanu em Costa Dourada

No mais, aproveite o lugar e desconecte-se!

Comentários

  1. Adorei sua matéria, realmente, tem pouca coisa na internet. Queria saber com quanto tempo de antecedência vc reservou a pousada e o preço.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Hidrolândia Parque - Iúna - ES

Santa Teresa: Roteiro de 2 dias para aproveitar a cidade

Conhecendo um pouco do Caparaó Capixaba