Ilhas Itatiaia - um dos arquipélagos de Vila Velha

Alguns são os arquipelágos de destaque pela sua beleza paradisíaca no Espírito Santo, como o Trindade e Martin Vaz, que estão a cerca de 1200 km da costa. Entretanto não podemos esquecer de outros arquipelágos, bem mais próximos e também de se encantar, como as Ilhas Itatiaia.


Ilhas Itatiaia - Vila Velha

O arquipelágo das Ilhas Itatiaias é formada por um conjunto de sete ilhas, sendo a maior (conhecida como Boqueirão) a mais visitada. 

E falando em visitação, o desembarque aqui é proibido durante o período de 15 de abril a 15 de outubro, de acordo com o estabelecido na Resolução CONSEMA 11/2015. Este é o período de reprodução de espécies de avifaunas raras e ameaçadas de extinção que encontram nestas ilhas um lugar para a nidificação. No restante do ano (de 16 de outubro a 14 de abril), o acesso ao arquipélago é condicionado a alguns detalhes importantes para a sua preservação. São eles:
  • Não fazer fogo na ilha;
  • Não cortar ou danificar a vegetação;
  • Não acampar;
  • Não deixar lixo ou quaisquer materiais estranhos;
  • Não levar animais domésticos;
  • Não pertubar a fauna;
Já deu para perceber que embora próximas a costa, as Ilhas Itatiaias são especiais e carecem de cuidado né? Mas acredite, é totalmente possível passar uma dia inteiro lá, se deliciando com as belezas do lugar, sem agredir ao meio ambiente. Basta termos a responsabilidade de trazer depois para o continente tudo aquilo que levamos para a nossa estadia na ilha.

Avistando Vilha Velha das Ilhas Itatiaias


Como chegar as Ilhas Itatiaias

Para chegar as Ilhas Itatiaias é necessário um tico de espírito aventureiro. Digo um tico porque basicamente pode-se chegar de três formas, e em todas depende da sua coragem de atravessar o percurso da praia em direção as ilhas.

A maneira mais independente de chegar a Ilha é por conta própria. Aí pode ser a nado, com SUP ou alguma embarcação devidamente legalizada. No caso de ir a nado, destaco que as ondas são um desafio a ser vencido, e ao menos que esteja acostumado a nadar no mar, não aconselharia tal opção. Na última vez que estivemos lá, vimos um casal que foi de SUP. Devido aos ventos e ao cansaço natural do final do dia, eles passaram um certo aperto para voltar, e foi necessário a ajuda do barco no qual estavámos. Então caso não tenha o costume, não indico. A parte de ir pilotando uma embarcação também é uma opção de ir por conta prórpia. Neste caso, atente-se que para desembarcar nas ilhas é necessário que a embarcação seja pequena, pois é preciso passar por uma 'cerca' de pedras nos dois pontos de desembarque. Outra opção é deixar a embarcação ancorada e nadar os últimos metros.

A segunda maneira é com os barcos de pescadores que ficam na praia. O ponto de embarque é em frente a colônia de pescadores de Itapuã.Os barcos utilizados são de pequeno porte, cabendo no máximo 5 pessoas. Devido a procura por turistas, alguns pescadores se profissinalizaram, fazendo os cursos necessários para o transporte de passageiros com o barco a motor. Já fomos uma vez por esta opção, com a Equipe Jamaica (27 99635-2282), e achei super tranquilo. No barco, apenas eu (Emilia), Luciano e Manu. Além de todo o cuidado com o embarque/desembarque, achei legal o cuidado de antes de retornarmos ao continente, uma pessoa da equipe dar uma volta na ilha - para verificar se estava ficando algum lixo! Pagamos (DEZ/17) R$60,00 (sessenta reais) para nós três (lembrando que Manu ainda não paga).

A terceira opção é com uma dobradinha 'lancha + barco'. Quem faz este deslocamento e  que também já fomos é o Ilha Tour (27 99760-6418). Como para desembarcar na ilha não dá para ser uma embarcação grande, o deslocamente da maior parte é feito com uma lancha, e na hora de desembarcar, a gente primeiro vai para um barco menor que a remo o capitão nos leva para a ilha. O preço aqui é um pouco maior, devido ao conforto que terá em parte do deslocamento, e pagamos (JAN/17) R$100,00 (cem reais) para os três (Manu também não pagou).


A gente a caminho das Ilhas Itatiaias com o Ilha Tour

Desembarque nas Ilhas Itatiaias - Ilha Boqueirão

Ilhas Itatiaias - Ilha Boqueirão

Escolhido o meio de chegar até as ilhas, deve-se atentar ao horário da maré. Para maior aproveitamento do dia, eu sempre prefiro ir cedo, com a maré baixa. Com o passar do tempo e mudança da maré, as áreas de banho e piscinas vão se alterando, e o legal é que indo cedo, além de ter um percurso mais tranquilo, é possível curtir o arquipélago nos seus extremos.

O que levar para Ilhas Itatiaias

O que levar para as Ilhas Itatiaias irá depender do tempo que programou para ficar lá e o que tem costume de comer. Mas alguns itens são essenciais - independente do seu tipo. São eles:
  • Água;
  • Comidas leves;
  • Canga/toalha;
  • Guarda-sol;
  • Protetor solar;
  • Óculos de sol;
  • Chapéu;
  • Câmera fotográfica.
Aqui como gostamos de 'morar' no lugar, levamos itens para passar o dia. Neste caso, acrescente na lista:
  • Bolsa térmica (ou cooler) contendo: suco, chup-chup, cerveja (caso não seja o responsável pela embarcação);
  • Biscoitos leves;
  • Frutas;
  • Sanduiches (ou algo mais simples para o horário do almoço);
  • Blusas com proteção UV (ou maiô, no caso da Manu);
  • Boia;
  • Brinquedos de praia;
  • Prancha (agora Manu está numa fase surfista).
Parece ser muita coisa, mais geralmete cabe tudo na nossa mochila térmica (já contei sobre ela em alguns posts atrás) e uma bolsa de praia (exceto a prancha). A dica aqui é escolher itens que não amassam com facilidade e brinquedos menores (que caibam todas numa sacola). A boia, levamos vazia e deixamos para encher ao chegar a ilha. Já teve vezes de levarmos um cooler pequeno, com cerveja, suco, chup-chup e água (como dá para ver nas fotos).

Manu curtindo uma sombra enquando delicia-se com um chup-chup

A gente curtindo a água enquando nossas coisas ficam na sombra

O que fazer nas Ilhas Itatiaias

Devido ao horário de desembarque, pode ser que este seja feito em diferentes lugares da Ilha Boqueirão. Por isso, não se atenha a ficar apenas onde desembarcou, e explore a ilha/arquipélago.

Nas vezes que fomos as Ilhas Itatiaias desembarcamos pela mesma praia (a com maior faixa de areia e também onde tem a placa de identificação). Dali, dá para pegar uma trilha (nível muitissímo fácil) e seguir para a segunda maior praia da ilha. Lá, montamos a sombrinha e geralmente ficamos pela manhã - ali a lâmina d'água é rasa pela manhã, o que é ideal para a Manu brincar a vontade. Aproveitamos geralmente algum momento para andar mais um pouco pela Ilha Boqueirão, e na parte de trás curtir a piscina maior que tem lá. Dependendo do seu interesse e habilidades com a natação, dá para visitar as outras ilhas (ao redor).

Praia que desembarcamos (possui a maior faixa de areia)

Manu pegando ondas - fase surfista da pequena

Praia que geralmente montamos a sombrinha pela manhã

Explorando a Ilha Boqueirão - Ilhas Itatiaias 

Um pouco  da Ilha Boqueirão - Ilhas Itatiaias

Ilhas Boqueirão - a maré enchendo e mudando a paisagem

Curtindo as Ilhas Itatiaias - Explorando a ilha Boqueirão e entorno

Manu se sentindo livre no Arquipélago das Ilhas Itatiaias

Piscina na parte de trás da Ilha Boqueirão

Um pouco mais das piscinas da parte de trás das Ilhas Itatiaias

A vida marinha que encontrará nas ilhas irá depender da época do ano, sua percepção e da sua paciência. Geralmente ao entrar na água, os peixes se escondem todos. E aos poucos voltam a nadar perto da gente. Na piscina da parte de trás da ilha é onde encontro geralmente a maior diversidade, com muitos oriços, estrelas do mar, siris e peixinhos das mais diversas cores. Aqui vale o cuidado para não persegui-los e nem mesmo tirar os oriços e estrelas no mar do lugar.

Ouriços e sargentinhos fazendo a festa

E a quantidade de sargentinho e corais impressiona - Ilhas Itatiaias!

Na parte da tarde, geralmente nos mudamos para a 'praia da frente'. Lá, por volta das 13 hs a água fica numa cor indescritível, e ainda formam duas piscininhas adoravéis e de fácil acesso. Geralmente neste momento a gente fica boquiaberto por ter um paraíso tão pertinho da gente!

Ilha Boqueirão - Ilhas Itatiaias

A gente curtindo as piscininhas

Ilhas Itatiaias

Águas translúcidas das Ilhas Itatiaias

E um pouquinho mais de fotos, para não ter dúvidas sobre colocar estes cantinho especial da costa capixaba no seu próximo roteiro de verão!

Como não se apaixonar por este mar? Ilhas Itatiaias - Vila Velha

Piscininha - Ilhas Itatiaias

A felicidade da criança em nadar


Como já comentamos aqui, a variação da maré ao longo dia altera também a paisagem na ilha. Então a dica de ouro e tentar ficar na ilha tempo suficiente para apreciá-la tanto com maré alta quanto com maré baixa. Se estiver ventando muito forte, a visibilidade da água também pode diminiur. 

No tocante  a como chegar ao arquipélago, as opções foram apresentadas. Das que já fomos, gostamos de ambas. Se tivesse que retornar (o que em breve faremos), iria novamente com a equipe Jamaica (já que o conforto e glamour da lancha não me seduzem) e economizar sem arriscar com a segurança está em alta.

No mais, coloque o protetor solar na bolsa, chapéu, água e o que mais achar necessário e aproveite este paraíso tão perto da gente!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Hidrolândia Parque - Iúna - ES

Descobrindo Costa Dourada (Mucuri - Bahia)

Parque Estadual Pedra Azul - Como Chegar e Quando Conhecer